RESENHA: CREME DE PENTEAR SEDA RECARGA NATURAL - HIDRATAÇÃO ANTI-NÓS

Olá Amorzinhos!
Hoje vou falar um pouquito mais da linha Seda Recarga Natural - Hidratação Anti-nós.
Já tem uma matéria aqui no blog falando sobre o Shampoo e Condicionador (clique aqui). Gostei tanto que testei o creme de pentear.
Creme de Pentear Seda Recarga Natural - Hidratação Anti-nós
O que a marca promete:
A amoreira é uma árvore conhecida pelas frutas doces e suculentas que produz. Suas raízes fortes absorvem a umidade e mantém a planta hidratada dia após dia.
Cabelo brilhante e macio 5x menos nós.
O condicionador Seda Recarga Natural Hidratação Anti-nós ajuda a recarregar a vitalidade do cabelo de duas maneiras:
1- Hidrata profundamente fibra por fibra.
2- Alinha as cutículas do cabelo áspero propenso a nós e emaranhados, promovendo suavidade extra e cabelo mais fácil de pentear.
O que achei:
O creme possui uma consistência bem molinha, o que é ótimo para acertar os fios no "Day After", deixa o cabelo bem leve. 
Já na fitagem não consegui ter um resultado digno, por ele ser leve não consegui segurar a definição dos cachinhos.
Até o momento, não consigo compara-lo com nenhum creme de pentear Seda que já usei. Pois, os cremes de pentear Seda normalmente são mais encorpados com aspecto denso.
O único ponto negativo que encontrei nesse creme é que não teve aquele função de desembaraço que funcionou muito bem com o shampoo e condicionador. Tive que desembaraçar com a escova mesmo como qualquer outro creme comum, é uma pena.
Como o creme é molinho e tenho pouco cabelo não rendeu muito.
Referente a hidratação, ai sim dei valor. Hidrata muito bem os fios e disfarça as pontas duplas.
Enfim, apesar de alguns poréns tá aprovado. Usaria novamente!
Esse é o resultado do creme usado após uma "Day After". Vou intercalar com o "Yamasterol".
Comprei em BH na Loja Rede por R$6,99. Também pode ser encontrado no site da loja. (www.lojasrede.com.br)
Então é isso meninas, se você já usou estes creme conta pra gente o que achou.
Um super beijo e até a próxima.
 
 

0 comentários:

Postar um comentário