TRANSIÇÃO CAPILAR - O QUE É, COMO FAZER?


Já ouviram falar em Transição Capilar? Acredito que sim né?
Mas, a partir de hoje vamos conversar mais sobre esse assunto aqui no blog. E vamos desenrolar várias informações valiosas que não é fácil de entrar na nossa cabeça.
Para começar e facilitar as nossas vidas, vamos saber o conceito da palavra transição.

Conceito: Transição, é a ação e/o efeito de passar de um estado para outro diferente. O conceito implica uma mudança numa forma de ser ou de estar.
De um modo geral, entende-se como sendo um processo com certa extensão no tempo.

A transição Capilar é o efeito de mudar a estrutura do cabelo, seja de liso/cacheado/crespo ou de crespo/cacheado/liso. Mas, ela ficou bastante conhecida pelas as cacheadas/crespas que mudaram a estrutura dos fios usando tratamentos químicos, e agora desejam ter seus fios naturais de volta.

Como mencionado no próprio conceito, esse processo demanda tempo, e tempo requer paciência. Pois, não existe nenhum método que faça a reversão da química e toda a sua retirada dos fios. E a única forma de ter o cabelo natural de volta é esperando ele crescer novamente ao natural.


Quais são os métodos mais utilizados na transição?

BC
O termo significa “Big Chop”, ou traduzindo “Grande Corte”. É cortar os fios bem curto ou até mesmo raspar a cabeça.
Vantagem: Depois do Big Chop é só aguardar crescer novamente.
Desvantagem: É uma escolha muito difícil por questões de autoestima feminina, e se houver arrependimento não há muito que fazer.

Cortar as pontas
A cada três ou quatro meses você vai cortando as pontinhas do cabelo na mesma medida que for crescendo (Eu utilizei esse método).
Vantagem: Para quem é acostumado com cabelo grande ou não tem vontade de fazer o BC é o mais indicado.
Desvantagem: O cabelo fica com aspecto metade liso/metade ondulado. E a estética dele acaba fazendo com que algumas pessoas desistam e voltam a utilizar química.

Trançar / Mega Hair
Para não ver o cabelo com aquele aspecto meio a meio, pode ser feito o BC e colocar tranças ou fazer tranças com o próprio cabelo em transição.
Outra opção é fazer o BC e colocar mega Hair.
Vantagem: Assim, o cabelo cresce e você nem percebe. Ainda evita a ansiedade de querer que o cabelo cresça rápido.
Desvantagem: Quando retirar as tranças ou mega hair o cabelo estará fraco e ressecado, ele vai demandar um tratamento especial e muita hidratação.

Texturização
Essa técnica ajuda a deixar a parte lisa cacheada pelo menos por um tempo, seja para um único compromisso ou na maioria das vezes de um á dois dias. E existem milhares de formas de chega ao resultado, você pode escolher o que fica melhor para você.
Vantagem: Normalmente quem está na transição fica muito restrita aos penteados rabo de cavalo e coque. A texturização te deixa livre para andar com os cabelos soltos sem se preocupar em ter duas texturas (cacheada e lisa).
Desvantagem: Ela toma bastante tempo, pois tem que fazer mecha a mecha. Mas, o resultado é tão bonito que vale a pena.

Quando sei que estou na transição?
A partir do momento que você deixar seu cabelo voltar ao natural e não fizer nenhum tipo de química e chapinha em excesso, você estará em transição.

Meu cabelo vai voltar a ser o que era antes?
Sim. Mas, é preciso ter bastante paciência. Como mencionei lá no inicio, não existe nenhum método que faça a reversão da química, o jeito é ter paciência e esperar o tempo passar e o cabelo crescer.

Qual é o tempo de duração da transição?
Não existe um tempo certo de transição, pois cada cabelo tem um tipo de crescimento. E também, irá depender de quando você vai querer cortar a parte lisa do seu cabelo.
Tem pessoas que já raspam a cabeça, outras vai cortando aos poquinhos e outras só cortam depois de 3 ou 4 anos.

Posso usar chapinha e babyliss durante a transição?
Sim. Mas, o uso da chapinha e babyliss em excesso pode danificar os seus fios, devido o calor que contribui para o alisamento dos cabelos.

Posso fazer coloração e descoloração?
É indicado fazer a coloração com os cabelos bem tratados e cuidados. Dê preferencia para os tonalizados ou colorações sem amônia. Já a descoloração é boa ser evitar, por se tratar de um procedimento químico. 
Sem contar que, os descolorantes não combinam com várias químicas colocando a qualidade dos seus fios em risco.
Indicamos que para esses procedimentos procurem um bom profissional da área e faça sempre o teste de mecha.

Autoestima
A decisão de voltar aos cachos pode parecer simples para quem ver, mas para quem está passando pela a situação é bem complicado.
É comprovado que o ser humano é resistente a mudança, e a resistência da transição pode afetar a autoestima, principalmente em mulheres.
Então, quando decidir fazer a transição. Escolha o método que mais combina com você.
O processo pode até ser difícil em virtude do tempo. Mas, dependendo do método que você escolher. Poderá deixar esse período mais leve de ser aceito.

Eu já passei pela a transição e gravei um vídeo contando um pouco do meu momento para vocês!










Nenhum comentário:

Postar um comentário



Feito com ♥ Lariz Santana